Hoje foi uma tarde triste no Zoo/Bauru. Recebemos, através do Corpo de Bombeiros, um exemplar macho, jovem, de Sucuri Verde (Eunectes murinus) com 2,71m e pouco mais de 11 kg, que havia sido esfaqueada na zona rural próxima a Bauru, por ter se alimentado de um frango em uma propriedade rural. Não podemos nunca esquecer que o animal estava em seu habitat natural e não tem como diferenciar um frango, uma ave doméstica, de suas presas naturais. O animal deu entrada com várias lacerações: uma no dorso no terço proximal, com possível fratura em asa de vértebra; uma pequena na lateral direita, mais ou menos na metade do seu comprimento; duas lacerações grandes na lateral esquerda, mais ou menos no meio do corpo, que era extensa (11 cm), mas superficial, sem lesão interna e outra laceração no terço final, de 10 cm e profunda, com exposição de tecido adiposo (gordura), intestino e com contusão em alça intestinal além de fratura de pelo menos 5 costelas.
A equipe técnica do Zoo imediatamente entrou em ação, anestesiando o animal (aquela faixa em volta do corpo é pra segurar o doppler, equipamento que faz monitoração da frequência cardíaca) e fazendo os curativos: limpeza mecânica pra retirar todo material estranho (terra e capim, principalmente) das feridas, antissepsia e sutura (aproximadamente 60 pontos no total, entre musculatura, subcutâneo e pele).
Agora é aguardar para ver se animal vai resistir, nas próximas horas, a tanta crueldade a qual foi submetido e, resistindo, passará por um longo tratamento com antibióticos, analgésicos e curativos. Ficaremos na torcida para que, uma vez recuperada, possamos soltá-la em uma área segura para que ela siga sua vida.

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Fonte e foto: Ocultural