Geovana Ribeiro foi encontrada com vários ferimentos e com shorts abaixado em uma casa em construção.

Hospital confirmou a violência sexual.

A menina de 7 anos que encontrada com sinais de estupro e agressão em uma construção em Ibitinga (SP), na tarde de domingo (4), morreu na manhã desta segunda-feira (5).

Geovana Maria de Oliveira Ribeiro deu entrada no hospital na noite de domingo, mas não resistiu aos ferimentos. O corpo será encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML).

Segundo a polícia, o suspeito do crime seria um vizinho da criança e pai de uma amiga dela. De acordo com o boletim de ocorrência, foi ele quem avisou a mãe que a menina tinha sido atropelada.

Ainda de acordo com a polícia, ele chegou a prestar depoimento na delegacia, mas foi liberado. No entanto, foi pedida a prisão dele e a polícia aguarda agora a decisão da Justiça.

Após ser avisada pelo suspeito, a mãe de Geovana foi até o local indicado e encontrou a menina nos fundos de uma casa em construção, com o shorts abaixado e bastante machucada.

Ela foi socorrida e levada à Santa Casa de Ibitinga. No caminho a menina teve uma parada cardiorrespiratória, mas foi
reanimada e encaminhada à UTI de uma maternidade em Araraquara.

A polícia informou que a menina tinha um ferimento grande na testa, no rosto e na cabeça.

A Santa Casa confirmou que ela foi vítima de violência sexual.

Fonte e foto: G1