O famoso golpe do bilhete premiado fez mais uma vítima em Lins. Na quinta-feira (17), uma mulher de 66 anos, caiu na lábia dos estelionatários e perdeu R$ 29 mil.

Segundo informações ela foi seduzida pelos estelionatários, que disse que daria uma recompensa no valor de R$ 200 mil.

A idosa fez saques internos em três agência bancárias, no valor de R$ 20 mil, 5 mil e 4 mil.

Um funcionário informou ao Debate, que se agência tiver dinheiro disponível nos caixas é possível fazer independente do valor e sem precisar avisar com antecedência.

“Entenda o caso”

A mulher informou a polícia que se encontrava próximo à sua residência, quando foi abordada por um jovem, que lhe perguntou se sabia onde ficava uma determinada loja na rua Diabase, pois o dono havia prometido a dar alguns eletrodomésticos e peças de roupas em troca de um bilhete premiado porém, ele não podia mostrar o bilhete pra ninguém.

O rapaz disse que não sabia ler e nem escrever e que precisava de ajuda. Neste momento chegou uma senhora aparentando ter 50 anos, na companhia de uma moça com aparência de 19 anos.

O menino perguntou para essa senhora se ela sabia onde ficava essa loja. Em seguida ela pediu pra ver o bilhete e simulou uma ligação para lotérica, onde confirmou que o bilhete era premiado com
mais ou menos R$ 2 milhões.

O menino ficou muito agradecidos e se comprometeu a doar um valor em dinheiro para cada uma delas, desde que fossem com ele ao banco para ajudar abrir uma conta.

Para seduzir a vítima, o rapaz ofereceu uma quantia de R$ 200 mil. A outra senhora que fazia parte do grupo foi até esquina,alegando que ali estava seu irmão, que irá levá-los até ao banco.

Ao chegar na agência para sacar o prémio de R$ 2 milhões, o rapaz disse que elas precisavam confirmar que tinha dinheiro na conta e trazer para ele ver.

A comparsa estelionatário saiu primeiro dizendo que iria ao banco e voltou com um envelope amarelo com varias notas que mostrou para todos no carro e depois guardou no porta luva do carro.

Era vez da vítima sacar o dinheiro. Então ela foi levada pelos estelionatários a todos os bancos onde ela teria as contas, que sacou o valor de R$ 29 mil.

A vítima retornou ao carro e seu dinheiro também foi colocado no porta luva do carro.

O rapaz pediu que fossem todos a casa da vítima para que ela pegasse o comprovante de residência, pois irá precisar desse documento para abrir a conta.

A mulher concordou, eles deixaram perto de sua casa.

Ela foi até lá pegou o comprovante de residência e retornou local combinado mas os estelionatários tinham ido embora.

Fonte e foto: J Serafim Show