Na sexta-feira (01), a supervisora de atendimento ao consumidor, Ana Lígia Iwakami, representou o PROCON – Programa de Proteção e Defesa do Consumidor – de Lins no 1º Encontro Técnico de Direito ao Consumidor do Litoral Norte, onde reuniu diversas autoridades reconhecidas da área ao Direito do Consumidor.

O encontro teve como objetivo orientar sobre as recentes alterações legislativas que afetam o direito do consumidor no dia a dia; e contou com a presença de três palestrantes.

Paulo Miguel, antigo diretor executivo da Fundação PROCON/SP e atual Presidente da Procons Brasil, falou sobre o tema “Responsabilidade Civil das Transportadoras Aéreas e Terrestre”, Arthur Rollo, advogado e atual Secretário Nacional do Consumidor – SENACON –abordou o tema “Defesa dos Consumidores nos Serviços Regulados”, André Quintela Alves Rodrigues, juiz de Direito Tutelar do Juizado Especial Cível e da 1ª Vara Cível de São Sebastião, falou sobre “Ações revisionais no Direito do Consumidor”.

No evento, foi retratado o tema sobre a informatização e digitalização dos processos administrativos que tramitam nos órgãos de defesa do consumidor, através do Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor – SINDEC – onde foi relatado que o PROCON de Lins, já trabalha com o processo de digitalização desde o final do mês de outubro. A iniciativa foi parabenizada por Arthur Rollo, já que Lins tem o primeiro PROCON Municipal Informatizado dentre os 146 municípios que utilizam o sistema SINDEC.

Para o Coordenador do PROCON de Lins, Luiz Henrique de Andrade Caetano, “a digitalização das reclamações, além de adequar o órgão ao mundo globalizado e da era digital, faz com que os processos tramitem de forma mais célere, cuja idéia surgiu, no sentido de prover economia e contenção de gastos à Administração Pública”, esclarece.

O Prefeito Edgar de Souza, “parabenizou o PROCON pela iniciativa e pelo pioneirismo digital do órgão lotado em Lins, e ressaltou que este é o ideal da administração, conter gastos, porém, prezando por maior qualidade no atendimento ao cidadão”.

Fonte: CODEC – Coordenadoria de Comunicação