A Secretaria Municipal de Saúde de Lins confirmou, nesta sexta-feira (30), o primeiro caso de sarampo na cidade.

A doença foi registrada em uma criança de dois anos que havia sido vacinada corretamente. De acordo com a secretaria, ela começou a apresentar os sintomas característicos da doença em 31 de julho e, nesta sexta-feira (30), já se encontra bem e fora do período de transmissibilidade.

Em Lins, a prefeitura já identificou dez casos suspeitos de sarampo, sendo um positivo, quatro negativos e cinco aguardando confirmação laboratorial.

Devido ao caso confirmado, a cidade vai realizar uma ação de bloqueio, conforme as recomendações do Ministério da Saúde. Assim, a ação consiste em vacinar, se necessário, todas as pessoas residentes próximo à residência do paciente.

A secretaria também reforça que a vacina contra o sarampo é indicada em duas doses para indivíduos de um a 29 anos e profissionais da saúde, e em uma dose para pessoas de 30 a 59 anos. Agora, a vacina também está liberada para bebês a partir de 6 meses.

Sarampo na região
A cidade de Bauru já tem 11 casos confirmados de sarampo. Por isso, a Secretaria Municipal de Saúde anunciou novidades nos procedimentos de bloqueio da doença, que chegaram a ficar suspensos por conta da escassez de vacina.

Outras cidades também tiveram confirmação, como Agudos, Getulina e João Ramalho com um caso em cada município. Além de Marília, onde a prefeitura já tinha confirmado dez casos.

Fonte: G1