a Prefeitura de Lins e a Comissão Municipal da Diversidade Sexual de Lins, lançaram o Programa “Rede Mais Orgulho”, que acolherá a população LGBTQIA+ do município de nosso município.

O objetivo do programa é assegurar o respeito à livre orientação sexual e identidade de gênero da população, por meio do acolhimento as pessoas lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros no desenvolvimento de políticas afirmativas e de promoção a cultura de respeito, favorecendo a visibilidade e o reconhecimento social.

A “Rede” irá coordenar as atividades das “Quartas da Diversidade”, projeto que será desenvolvido todas as quartas-feiras, no CRAM – Centro de Referência ao Atendimento à Mulher -, onde serão formados grupos socioeducativos dedicados ao compartilhamento de um mesmo problema entre os assistidos, atendendo pessoas LGBTQIA+, pais ou responsáveis ou qualquer cidadão ou cidadã que necessite de maior entendimento sobre o assunto.

A primeira atividade foi realizada na quarta-feira (28), abordando o tema: “Histórias de ver e ouvir: visibilidade lésbica e fortalecimento pessoal”, partindo das vivências de mulheres lésbicas ao longo da história, realizou-se uma discussão sobre sua construção no contexto “sócio político cultural” contemporâneo, a fim de gerar a reflexão sobre as práticas de si como forma de fortalecimento pessoal e em grupo, além da apresentação do trabalho desenvolvido no curso de psicologia pelas alunas Bárbara Ribeiro, Lais Venâncio e Renara Paiva, tratando sobre “Lesbiandade”.

Além disso, a “Rede” lançou a Ouvidoria por meio do WhatsApp, um canal de atendimento oficial para a população caso haja dúvidas, sugestões, denúncias ou busca por orientação. O canal é sigiloso e pode ser acessado por meio do telefone: (14) 99841-9911. 

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Lins