A estudante Isabel Cristina Rodrigues, de 18 anos, morreu, no início da manhã desta quarta-feira (1º), após ser atropelada por um carro de luxo em alta velocidade e dar entrada na Santa Casa de Santos, no litoral de São Paulo, em estado grave.

Isabel levava o sobrinho, de apenas dois anos, no colo, quando foi atingida pelo veículo que, segundo testemunhas, estava em alta velocidade. O menino morreu ainda na terça-feira (31), a caminho do hospital, e o motorista fugiu a pé, após abandonar o veículo, segundo a polícia, com medo de ser linchado.

De acordo com informações obtidas, Isabel passou por uma série de procedimentos e cirurgias durante a madrugada desta quarta-feira (1) para tentar reverter o quadro crítico. A jovem, porém, acabou não resistindo e morreu. A família já foi notificada do óbito.

O acidente ocorreu na Avenida Doutor Waldemar Leão, no bairro Jabaquara, no sentido Centro-praia. As vítimas atravessavam a pista, em direção ao canteiro central. Segundo testemunhas, o carro apareceu em alta velocidade e as atingiu. O condutor não prestou socorro e fugiu em seguida.

A Santa Casa de Santos informou que a jovem deu entrada na emergência com traumatismo cranioencefálico e foi submetida a exame de tomografia para avaliação da equipe de neurocirurgia. Segundo apurado, a jovem teve também sérias lesões nos pulmões, precisou ter o baço retirado e fraturou o fêmur.