A Polícia Civil incinerou, nesta quarta-feira (23), no forno do Frigorífico JBS, 3,057 quilos de drogas: cocaína, maconha, crack, haxixe e psicotrópicos (comprimidos). O material inutilizado é produto de apreensões feitas pela Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE) de Lins, Delegacia de Polícia de Guaiçara e Delegacia de Polícia de Getulina.


O delegado assistente da Delegacia Seccional de Lins, Welinton
Martinez Hernandez, disse que a incineração é um ato final da
Polícia Judiciária, ou seja, os processos referentes à apreensão
de entorpecentes culminam com a incineração da droga apreendida.
“Nesse sentido, promovemos este ato para que todos possam estar
presentes e testemunhar a lisura do trabalho que é feito em
relação aos entorpecentes apreendidos”, justificou.

Dr. Welinton observou ser importante a participação do Ministério
Público, dos delegados de polícia, da imprensa e do Serviço de Vigilância Sanitária, para conferir e testemunhar aqueles entorpecentes que estão sendo incinerados evidentemente por ordem judicial.

FONTE: CORREIO DE LINS