Na última quinta-feira (16), a secretária de Urbanismo e Obras Públicas Valentina Lorenzo e o secretário de Agropecuária e Meio Ambiente e Sustentabilidade Rene Tobler, participaram de uma apresentação de projetos na Unilins.
A Apresentação foi organizada pelo professor Juliano Munhoz Beltani e realizada pela turma do curso de Engenharia Elétrica e Automação, da disciplina Gestão de Projetos.
Presente também o vice-presidente e coordenador do curso de Engenharia Elétrica e Automação da Fundação Paulista- Unilins, Breno Ortega Fernandes. Na ocasião Breno destacou que a iniciativa para o curso é muito importante ressaltando a formação diferenciada, onde o aluno sai da perspectiva dos cálculos e parte para a resolução de problemas que constituem empresas, atuação pública e principalmente no meio ambiente.
Os alunos divididos em 4 grupos foram provocados a realizar projetos de campanhas para a conscientização do descarte adequado de resíduos da construção civil para cidade de Lins.
A ideia nasceu de uma conversa entre o professor Juliano e o Prefeito em exercício Carlinhos Daher, visto que o município possui sérios problemas com o descarte inadequado de resíduos da construção civil. Segundo a secretária de Obras, Valentina Lorenzo, hoje o município tem um custo muito alto recolhendo os resíduos , causando transtorno para a população em higiene e sanidade, gerando custo para a cidade e também formando acúmulos de lixo desorganizadamente.
Em Lins, apenas em janeiro foram recolhidos 1260m³ de resíduos, ou seja, mais de mil toneladas apenas da construção civil descartados em 12 pontos, gerando 250 viagens de transporte de resíduos, foram 250 vezes no mês de janeiro que o caminhão teve que sair do cronograma para executar a limpeza desses locais. Isso gera um custo altíssimo para o município, pois nessa ação envolve maquinários e servidores que são custeados pelo orçamento público, reforçou a secretária Valentina.

O secretário Rene Tobler citou a importância da conscientização e na ocasião propôs uma grande movimentação em torno do problema. Envolver o poder público, parceiros como comércio e organizações, por exemplo, como a iniciativa da Unilins, para que de fato se concretize uma ação conjunta e que gere dados mensuráveis, com resultados.
Todos os projetos são criativos e de possível execução, as principais citações foram o uso de redes sociais, material impresso, audiovisual, musical, e outros. Os secretários se propuseram em analisar as apresentações e transformar em ações concretas, envolvendo o poder público e os alunos do curso.