Equipes do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) localizaram três corpos de vítimas do rompimento da barragem da Vale durante expedição no Rio Paraopeba, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Dois corpos foram localizados neste sábado (2) e um na quinta-feira (31). Equipes da Polícia militar de Meio Ambiente com agentes do Ibama estão no Rio Paraopeba fazendo vistorias de barco para produzir um laudo técnico sobre o impacto na fauna e na flora causado pelo rejeito de minério que atingiu o leito após o rompimento da barragem I da mina do Córrego do Feijão.

Após a localização dos corpos, o Ibama acionou o Corpo de Bombeiros para fazer o resgate. De acordo com o major Rafael Consedei, dos bombeiros, podem haver muitos corpos ao longo do Paraopeba, presos em vegetação às margens do Rio.

Até este domingo (3), 121 mortes haviam sido confirmadas, destas, 107 corpos identificados; 226 pessoas ainda estavam desaparecidas; e 395 localizadas.

fonte e foto: g1