Oito crianças morreram no desabamento de um edifício de três andares que abrigava uma escola de educação básica particular na cidade de Lagos, na Nigéria, na manhã desta quarta-feira (13). Muitas crianças seguem desaparecidas, segundo a BBC.

A escola afirma que mais de 100 crianças estavam no imóvel, localizado na região de Ita-faji. O desabamento aconteceu por volta das 10h (no horário local), enquanto as crianças estavam em sala de aula, afirmou a agência Efe.

Um repórter da Reuters viu um menino de cerca de 10 anos sendo puxado para fora dos escombros. Embora estivesse coberto de poeira, ele não tinha ferimentos visíveis.

As equipes de emergência foram mobilizadas e imagens da Reuters mostram os socorristas em busca de sobreviventes sob os escombros. Ainda não se sabe o que teria provocado o desabamento.

Ibrahim Farinloye, porta-voz da região sudoeste da Agência Nacional de Gerenciamento de Emergências, disse que a escola funcionava no terceiro andar do imóvel. “Acredita-se que muitas pessoas, incluindo crianças, estejam atualmente presas no prédio”, afirmou.

Após o desastre, muitos pais foram até a escola ou hospitais da região em busca de informações. Muitas pessoas também se aglomeraram para acompanhar as operações de resgate nas ruas do entorno.

A Nigéria registra frequentemente colapso de edifícios, resultado de materiais de má qualidade utilizados nas construções e da fraca regulação no setor imobiliário, de acordo com a Reuters.

Em 2016, 160 pessoas morreram no desabamento de uma igreja evangélica no sudeste do país. Em setembro de 2014, 115 pessoas, entre elas 84 sul-africanos, morreram em condições similares em Lagos, quando um templo de um famoso tele-evangelista nigeriano, TB Joshua, desabou durante um culto.

Fonte e foto: g1