Ling Peng é o copiloto chinês que foi parcialmente sugado para fora após a janela de avião que ajudava a pilotar estourar em pleno voo na China, na terça (15). Ele conseguiu voltar para dentro sozinho e continuou trabalhando assim que voltou ao seu assento.

O voo operado pela Sichuan Airlines ia da cidade de Chongqing a Lhasa, quando um dos pára-brisas da cabine de comando quebrou. “Ouvi um estrondo e instintivamente pisquei os olhos. Quando abri novamente, vi que parte do corpo de Peng estava saindo do avião”, disse Liu Chuanjian, capitão do voo.

Ele lembra que queria esticar a mão para alcançá-lo, mas não conseguiu. “Tive que controlar o avião, que estava se movendo muito rápido, cerca de 800km/h”.Peng conseguiu se empurrar de volta para a cabine e voltou a trabalhar.

A janela quebrou quando o avião estava a 10 mil metros de altitude e a temperatura era entre -30ºC e -40ºC. Houve despressurização da cabine.

Vinte minutos após o incidente, a dupla fez um pouso de emergência no aeroporto de Chengdu. Liang Peng sofreu arranhões e torceu o pulso. Um outro membro da tripulação também ficou ferido, mas nenhum dos 119 passageiros se machucou.

“Eu me senti muito aliviado no momento em que o avião pousou”, lembra Peng. Na sequência, o capitão Chuanjian foi até ele, apertou sua mão e disse “estamos vivos”.

Fonte e foto: G1