A Prefeitura de Lins, através da Coordenadoria de Cultura realizou na noite da última terça-feira a apresentação do espetáculo,  “Palavra de Stela”.

A peça é inspirada na história da poetisa Stela do Patrocínio, que viveu a maior parte da vida internada em manicômio, diagnosticada como esquizofrênica.

Quem dá voz e corpo à poeta é a atriz Cleide Queiroz, que acumula mais de 50 anos de carreira. Ela encena a trajetória e a rotina manicomial a qual Stela foi submetida a partir do seu olhar de perplexidade diante da vida e dos seres humanos.

A atriz ainda traz uma relação muito pessoal com a temática proposta, pois é uma mulher negra que, durante sua adolescência, conviveu com a internação de sua mãe esquizofrênica.

Após a apresentação, Cleide Queiroz participou de uma roda conversa com o público sobre o processo de criação da peça sobre a temática abordada.

O coordenador de Cultura, Francisco Di Mauro Junior, agradeceu aos presentes e falou da importância de eventos culturais deste nível para nossa cidade, ” o espetáculo foi sensacional, todos ficaram maravilhados, esse é mais um presente para os amantes do teatro”, disse.

O espetáculo teatral

A peça foi escrita por Elias Andreato,que escreveu o texto especialmente para a atriz. “Por meio da fala de Stela do Patrocínio, pretendemos levar o espectador a uma reflexão acerca da visão que temos sobre loucura e lucidez. Bem como chamar sua atenção para como a sociedade enxerga a diferença e lida com o outro”, explica o autor da peça.Ele tomou por base o registro em áudio da obra de Stela do Patrocínio, realizado em 1980 pelas artistas plásticas Neli Gutmacher e Carla Guagliardi.

Posteriormente, o áudio foi transcrito e organizado por Viviane Mosé no livro “Reino dos Bichos e dos Animais É o Meu Nome”.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Lins