Após quase três horas de protesto, os integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) liberaram a Rodovia Transbrasiliana, a BR-153, em Promissão. O grupo interditou as duas pistas no quilômetro 151, onde existe um assentamento, por volta das 10 horas desta segunda-feira (5).
Segundo os organizadores, o ato faz parte da luta nacional pela Reforma Agrária. A interdição começou por volta das 10 horas.
Por volta das 12 horas, o congestionamento de veículos chegou a quatro quilômetros, segundo a polícia. A Polícia Rodoviária Federal acompanhou o ato, que não teve registros de ocorrências. Os manifestantes usaram máquinas agrícolas para bloquear a rodovia.
Segundo lideranças do MST, o protesto é por causa de medidas tomadas pelo Tribunal de Contas da União. O TCU há um mês apontou 25 irregularidades no assentamento e por isso o Governo Federal não estaria liberando atendimento técnico e nem recursos financeiros. A TV TEM entrou em contato com o Tribunal de Contas da União e também com o Incra, mas ainda não teve resposta.


Foto: Giuliano Tamura/ TV TEM
Fonte: G1